band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em sábado, 29 de outubro de 2011 - 17h03

O segredo do gemido mais excitante do Brasil

A estudante Anna Beatriz Gomes concede entrevista exclusiva e explica como faturou um carro zerinho fingindo um orgasmo

    Ouça também

  • O melhor gemido do Brasil: "Hum...delícia"

Nunca um orgasmo falso trouxe tanta felicidade para Anna Beatriz Gomes, de 22 anos.

A amazonense é a dona do melhor gemido do Brasil, eleita por mais de 7 mil votos, inclusive o dos jurados da primeira edição do concurso promovido por um sex shop.

Além de um Fiat Uno 0 km, a moça ganhou fama, centenas de seguidores em redes sociais, elogios e até pedidos de casamento.

Em entrevista exclusiva ao band.com.br, ela revelou todos os detalhes de sua participação, desde a inscrição, tendo de manter o assunto longe dos pais, até a descoberta de que o seu "hum... delícia" havia sido escolhido como o gemido mais sexy do país.

 

Anna Beatriz Gomes


Quem olha a foto de Anna Beatriz logo imagina que ela é uma moça recatada, estudiosa e que, dificilmente, se prestaria a esse tipo de papel. Mas, as aparências enganam. E como enganam... Embora seja tímida, a estudante se define como uma ''mulher bem resolvida e mente aberta em relação ao sexo''. Esses foram alguns fatores que a fizeram tomar coragem para se expor desta forma. "Se fosse hoje eu não faria, mas quando soube do concurso eu estava num momento em que tudo estava dando errado. Meu carro dando vários problemas, sendo que dependo dele para levar minha filha de 5 anos à escola, ir para a faculdade, para o estágio. Precisava muito de um carro novo naquele momento", revela.

Mesmo com a necessidade, ela precisou de meia hora de fôlego para soltar o gemido que enlouqueceu internautas dos quatro cantos do Brasil. "Quis fazer algo bem real, que se aproximasse ao máximo de como é comigo", destaca ela que usou alguns artifícios infalíveis para alcançar o ponto G de seu objetivo. "O segredo de um gemido bom é ele ter começo, meio e fim", entrega.

Veja a entrevista abaixo e aproveite as dicas... Quem sabe o próximo gemido campeão não pode ser o seu!

Como foi a noite da gravação?
Não foi nada treinado. Demorei um tempo para tomar coragem, fiquei preocupada com os vizinhos. Mas depois pensei: 'no máximo eles vão achar que é algum casal transando' e pronto. Tomei coragem e gravei de primeira. Ouvi uma vez só, morrendo de vergonha, e já enviei.

Depois disso contou para sua família?
Só meus pais não sabiam porque achei que talvez eles não fossem encarar numa boa. O resto da família sabia, mas não chegou a ouvir. Quando recebi a ligação dizendo que eu havia ganhado o carro minha mãe estava ao meu lado e tive que contar. Ela primeiro achou que era mentira, mas depois ficou feliz. Para o meu pai eu contei o prêmio, mas ele nem perguntou como foi, então tmbém não contei. Depois que ele viu nos jornais me ligou para perguntar porque não falei a verdade, que não tinha problema, que ele era mente aberta e tal. Até minha avó de 80 anos me ligou de Minas Gerais dando risada e achando o máximo. Ela disse: 'já pensou se tivesse um concurso de gemido desses todo dia? Você iria montar uma concessionária' (risos).

Você se masturbou durante a gravação?
Não. Na época que estava rolando a votação eu até disse que me estimulei, fiz isso e aquilo, mas foi tudo estratégia de marketing.

E como fez para sair tão perfeito?
Fechei os olhos e me imaginei fazendo sexo, mas não vou contar como era, onde era e com quem era. Fica na imaginação de cada um.

 

Anna Beatriz Gomes



Você já tinha fingido orgasmo antes?
Sim, toda mulher que tem uma vida sexual ativa já fingiu, mas não mais. É uma sacanagem das grandes com o parceiro. Não faço mais porque me tornei muito exigente também. Quero gozar de verdade (risos).

Com quantos anos você perdeu a virgindade?
Com 16, com o pai da minha filha.

Depois teve muitos parceiros?
O suficiente para me tornar exigente, me conhecer e aprender o gemido que me deu um carro.

Você acha que para salvar uma relação vale o 'faz de conta'?
Não. Quando uma mulher tem que fingir orgasmos, isso quer dizer que aquilo deixou de ser uma relação há muito tempo.

Um gemido mais sexy é capaz de instigar o parceiro?
Sempre! Além de instigar serve para indicar para ele o que está agradando...

Você tem um rosto angelical, carinha de estudiosa, CDF... Se enquadra na famosa frase: "uma dama na sociedade e uma p..."?
(Risos). Acho essa frase muito agressiva. Puta na cama? Será que a mulher precisa ser rotulada como puta para ser uma pessoa mente aberta em relação ao sexo? Prefiro dizer que sou resolvida, sem neuras ou mulherzices.

Na sua opinião é possível sentir prazer anal, como disse a Sandy em entrevista à "Playboy"?
Claro que sim (risos). Quem já experimentou sabe que sim, e quem nunca fez, morre de curiosidade. E quem acha ruim é porque escolheu o pior parceiro possível para fazer isso.

Seu gemido tem variações?
Posso dizer que o meu é muito parecido com o do concurso e não foge muito daquilo.

Como você o definiria em três palavras?
Empolgante, excitante e intenso.

Esse foi o gemido mais feliz da sua vida?
Lógico, não precisei aguentar ronco e mau hálito pela manhã e ainda me rendeu algo realmente concreto (risos).

 

 

Anna Beatriz Gomes

 

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias de Viva-Bem do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros