band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em domingo, 22 de maio de 2011 - 09h06

Conheça os mitos e verdades sobre o chiclete

Saiba mais sobre a goma de mascar / Foto: Reprodução/Shutter Saiba mais sobre a goma de mascar Foto: Reprodução/Shutter
A goma de mascar, conhecida popularmente como chiclete, pode até parecer uma mania de criança, no entanto, por ser um doce simples e barato também é um hábito de muitos adolescentes e adultos.

Cáries e outros inúmeros problemas são atribuídos à guloseima e para falar um pouco sobre as verdades e mentiras que rodeiam este assunto, o eBand convidou o Prof. Dr. Alfeu Vitelli Marinho Filho, professor titular de ortodontia da Unesp.

Mascar chiclete prejudica o esmalte do dente.
Mito. Mascar a goma não ajuda nem atrapalha. Na verdade, a goma pode chegar a limpar um pouquinho da primeira placa do dente. Como é mole, ela é muito fraca para chegar a prejudicar o esmalte do dente.

Mascar muito chiclete dá cárie.
Mito. Existem dois tipos de chiclete: os com adição de açúcar, que são capazes de fermentar, e os sem adição de açúcar, que não fermentam. Mesmo os que possuem açúcar em sua composição não são responsáveis pelas cáries. Na realidade, se houver uma limpeza, ou seja, escovação de quatro em quatro horas e logo após as principais refeições, as cáries não se formam. Apenas se houver um uso demasiado de gomas com açúcar e pouca higiene é que esta fermentação ocorrerá.

A goma pode ser benéfica para a saúde e higiene bucal.
Verdade. Os astronautas que foram para a Lua fizeram o bom uso da goma que também é indicada para as pessoas durante uma viagem de avião, pois a mastigação evita dores de ouvido devido à instabilidade da pressão do ar.

Alguns chicletes podem clarear os dentes.
Mito. Por enquanto não existe nenhuma goma com este poder. Até chegaram a fazer algumas tentativas e seria possível incluir substâncias nesta fórmula, mas nada foi apresentado ainda. O Prof. Dr. Alfeu Vitelli explica que em seu consultório usa a goma associada a um produto para 'evidenciar' os lugares onde existem sujeira.

A mastigação da goma traz benefícios para a musculatura da mandíbula.
Mito. Quando a goma foi encomendada, ela teria como objetivo estimular a mastigação e exercitar os músculos da boca. A indústria acabou reduzindo a intensidade da massa e criou um produto mole, de fácil mastigação e com adição de açúcar e sabores para ser comercializado. O chiclete não possui eficácia para isto por ser fraco, mas um novo dispositivo foi criado anos mais tarde para uso exclusivo médico que é recomendado por fonoaudiólogos e dentistas.

Mascar muito chiclete pode causar gastrite.
Verdade
. Apesar de ser raro encontrar casos que tenham sido desencadeados apenas pelo excesso de mastigação, pode acontecer.  A pessoa induz o processo digestivo, mas se não houver nada para ser digerido os ácidos gástricos liberados podem afetar a mucosa do estômago.

A goma pode danificar o aparelho.
Mito.
O que prejudica é a tentativa de limpar introduzindo objetos no aparelho. Caso seu aparelho fique com algum resíduo, agende uma limpeza no consultório.

A fermentação causada pelo açúcar da guloseima pode causa aftas.
Mito. O que pode causar a afta é o atrito de algo áspero somado a algum tipo de abalo do sistema imunológico. A acidez normal não costuma causar este tipo de problema. De qualquer forma, manter os dentes limpos e escovados pode evitar maiores transtornos.

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros